Reef de 126 litros de Rafael Ferreira SenfftNa seção Aquário do Mês do AqOL sempre procuramos abordar os diversos tipos de aquários, porém, para nossa surpresa, os aquários marinhos ainda não haviam sido homenageados em quase 2 anos de seção! Claro que o fato do AqOL ter um público maior no aquarismo dulcícola contribuiu para isso, mas é preciso ressaltar que temos aquaristas marinhos "made in AqOL" e esse simpático reef de Rafael Ferreira Senfft é uma prova disso! Escrever sobre o reef do Rafael, serviu como incentivo para me aventurar, em breve, nesse mundo exótico e colorido do aquarismo marinho. Torço para que o mesmo aconteça com os leitores desse texto e logo tenhamos mais aquaristas marinhos aqui no AqOL!

Senfft contou que esse não é seu primeiro aquário marinho, antes desse ele já havia tido um de menor volume, 72 litros, mas nesse sua aplicação foi bem menor, principalmente em termos de equipamentos. De toda forma, essa montagem contribuiu muito com o início desse seu segundo aquário já que boa parte do material que já estava equilibrado biologicamente, foi aproveitado e sua primeira experiência com marinhos, consolidada, evitando maiores complicações.

 

Reef de 126 litros de Rafael Ferreira Senfft

Graças ao seu histórico já iniciado em marinhos, o aquarista acredita que não teve maiores problemas, isso inclui nenhum esforço extra gerado por algas ou pragas. O único inconveniente foi causado por um desleixo, quando ao perder um coral pelo estresse da viagem, acabou demorando para retirá-lo do aquário, o que influenciou diretamente na qualidade de água e causou a morte de mais dois corais.

Para Rafael, a sua evolução no aquarismo marinho é notável entre sua primeira montagem e essa, foi nela que ele se preparou melhor e utilizou os equipamentos mais adequados, fator fundamental para o sucesso de qualquer aquário, seja ele doce ou marinho. Foi nesse aquário também que ele manteve peixes pela primeira vez.

Apesar do sucesso, Senfft já se prepara para desmontar esse aquário, dando lugar a uma montagem de maiores proporções, aumentando ainda mais as suas possibilidades!

Dimensões: 70 x 40 x 45cm
Volume bruto: 126 litros
Tempo de funcionamento: 8 meses
Filtragem: Sump (62x40x30 cm) e skimmer Buble Magus NAC 3.5+, filtro UV 8W, refúgio de 2 litros.
Iluminação: Calha com 10 Watts de LEDs, 1 T5 de 24W actinia e fita de LED noturno. Fotoperíodo de 10 horas.
Substrato: Atlantic Crushed Coral Número 0.
pH: 8,5
GH: ?
KH: 8
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 26C
Alimentação: Ração, peixe e zooplancton.
Fertilização adicional: Método balling.
Injeção de CO2:
Fauna: 1 Gramma loreto, 1 Liphophrys pholis, 2 Amphiprion ocellaris, Lysmata wurdemanni, Anêmona actinia equina "Vermelha", Anêmona actinia equina "Roxa", Anêmona actinia equina "Cinza". Anêmona actinia equina "Rosa", Anêmona Condylactus color "Passiflora Ponta Rosa", Anêmona Entacmaea quadricolor "Bubble Tip Anã" ou "BBT Anã", Cerianthus sp. "Ponta Laranja", Euphyllia sp. "Frog Ponta Verde", Zoanthus ssp., Rhodactis sp. "Orelha de Elefante", Mini Cloves japanese Blue, Caulastrea furcata "Trumpet Green", Sarcophyton sp. "Leather Devils Hand", Actinodiscus sp. "Mushroom Blue Striped", Briareum sp."Green Star Polips - GSP", Parazoanthus sp. "Yellow Polips", Xenia ssp., Palithoantus sp. "Palitoa Tricolor", Galaxea fascicularis "Galaxea", Gorgônia rabo de macaco, Holothuria grisea "Pepino do mar", Asterias sp. "Estrela Vermelha", Ophiunereis reticulata "Ofiuros Listrado", Crinóide Vermelho "Lírio do Mar", Mini Paguros, Turbo Snails, Nishis, Astraea tecta, Esponja Amarela, Esponja Vermelha e Esponja Verde-Oliva.
Flora: Nào há.
Informações adicionais:
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.