Reef de 540 litros de Andretti Figueiredo da SilvaQuem acompanha essa seção do AqOL deve achar que estamos nos tornando um site voltado para o aquarismo marinho, afinal terminamos o ano de 2013 com um aquário marinho como aquário do mês e iniciamos o ano de 2014 da mesma forma. Apesar disso, não, o AqOL ainda é um site com maior ênfase em aquarismo doce, porém aliado ao crescimento do interesse por marinhos entre nossos membros, quando Andretti Figueiredo postou seu aquário marinho em nosso Fórum de Discussões, ficou difícil não escolhê-lo como Aquário do Mês. Isso fica claro ao dar uma passada de olhos rápida pelas fotos, e constatar a riqueza de cores, a saúde dos animais e porque não dizer, o paisagismo criado pelo aquarista, o que não costuma ser o foco de aquários marinhos e seus "amontoados de rochas".

Esse belo aquário é o sucessor do projeto anterior de Andretti, que ele chamou de Mig Reef 1, consequentente esse foi chamado de Mig Reef 2 e recebeu uma boa carga biológica do primeiro, o que auxiliou bastante na montagem e maturação. Esse trabalho de migração levou 8 horas contando com a ajuda do amigo do aquarista, Felipe Senna, caso contrário o tempo poderia ter se estendido ainda mais, revela Andretti.

Reef de 540 litros de Andretti Figueiredo da Silva

Andretti contou que sofreu com várias "pragas" que tiveram sua população descontrolada no aquário. Primeiro vieram os Red Bugs que foram facilmente eliminados com o Program Plus, depois vieram as Asterinas que apareceram e desapareceram sem intervenção do aquarista, houveram também as famosas planárias, controladas com o uso de Flatworm Exit. Quando as Aiptásias surgiram, foi a vez dos Camarões Bailarinos entrarem em ação e por fim, a que Andretti considerou a pior de todas, vieram os AEFW, que causaram a perda de alguns SPS, sendo necessária a troca da base de todos eles, além de banhos de Melafix e Revive. Sustos também são comuns em aquários com o tempo de funcionamento que esse aquário já tem e quando ainda usava reator de cálcio, Andretti se descuidou e deixou o CO2 acabar, fazendo com que a reserva alcalina caisse muito rapidamente. Alguns corais perderam a cor, mas assim que o problema foi solucionado, tudo voltou ao normal sem nenhuma perda. No final todo esse esforço foi compensado, quanto a isso não há dúvidas.

Hoje, estabilizado, e esbanjando vida, o Mig Reef 2 representa um sonho realizado para Andretti. Um projeto que ele considera simples, sem o uso de um chiller por exemplo, mas que pode ser considerado de grande sucesso.

 

Dimensões: 150 x 60 x 60cm
Volume bruto: 54 litros
Tempo de funcionamento: 46 meses.
Filtragem: Sump 65 x 43 x 43cm + refúgio de 50 x 50 x 50cm
Iluminação: 2 luminárias de led Aqua Illumination Sol Blue + 1 luminária de led Chinesa de 120w + 2 T5 de 54w Giesemann Pure Actinic e Aquapink com refletores.
Substrato: Aragonita
pH: 8,2
GH: ?
KH: 8,9
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 28,5C
Alimentação: New Life grãos e flocos, Tropical Spirulina Super Forte, Mysys e artêmia congelados.
Fertilização adicional: KoralColor da Brightwell uma vez por semana, estrôncio e potácio adicionados aos sais cálcio e magnésio do bailing.
Fauna: 1 Yellow Tang, 1 Powder Brown, 3 Ocellaris comum, 1 Six Line, 2 Camarões Bailarinos, 3 Green Chromis e corais variados.
Flora: Não há.
Informações adicionais: Trocas parciais mensais de 120 litros com água preparada (água deionizada + Sal Seachem Salinity). Reposição da água evaporada com água deionizada.
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.