Ripário de 360 litros de Paola CésariVocê sabe porque esse mês é conhecido como Outubro Rosa? A cor rosa foi escolhida em homenagem às mulheres, já que é a cor preferida da maioria delas, e a homenagem se deve ao mês que simboliza o combate ao cancer de mama, que até acontece em homens, porém, por motivos fisiológicos, são raríssimos os casos no gênero masculino. Pensando nisso, esse mês teremos uma mulher, talvez a mais famosa mulher do AqOL, escrevendo sobre o aquário de outra mulher, que quando mostrou sua montagem pela primeira vez, deixou muito marmanjo com vontade de fazer igual. É isso mesmo! O Aquário do Mês de Outubro de 2014 é o Ripário de Paola Cézari e sua matéria foi escrita pela nossa querida Xica! Nesse momento tenho certeza que muitos pensaram "eu jurava que Marne era nome de uma mulher!"

 

À partir de agora, quem vos escreve é a Xica: 

Ripário (ou riparium) é um modelo de aquário plantado que visa recriar ou imitar áreas úmidas marginais de corpos aquáticos como lagos, rios e córregos. É uma montagem que dificilmente vemos e foi por ela que Paola se decidiu em janeiro deste ano. Adquirido o tanque, o primeiro empecilho ficou por conta do vidro temperado, o que impedia a furação para o sump. “Meu marido se empolgou e resolveu fazer o overflow em PVC mesmo... ficou ótimo”.

Ripário de 360 litros de Paola Césari

Com 180 centímetros de comprimento, o aquário também permitiu um layout visualmente limpo e atraente. As plantas – tanto emersas quanto imersas – concentraram-se à direita do tanque, deixando uma ampla área livre para natação. Referente às plantas emersas, algumas estão colocadas em vasos enquanto outras ficam em contato direto com a água.

Algo que também chama muito a atenção é o efeito de nevoeiro (fog), ideia do marido de Paola. O fog é conseguido com o uso de um dispositivo que tem o mesmo princípio dos umidificadores de ar ultrassônicos. “Para as fotos usei meu umidificador mesmo ... mas pretendo comprar este brinquedinho.”

Com o passar dos meses ocorreram algumas alterações. O pH, inicialmente em 6,8, estabilizou-se em 6,2. Algumas plantas não se adaptaram ao ambiente e foram substituídas por outras espécies. A água adquiriu uma cor amarela em função dos taninos dissolvidos e finalmente a iluminação inicial, previsto o uso de 3 leds de 4000 K e 3 leds de 6500 K, foi alterada para apenas 2 leds de 6500 K (leds de 10 W cada).

Apesar do tempo de montagem, ainda é um aquário em evolução, buscando seu equilíbrio e pleno desenvolvimento.

 

Dimensões: 180 x 40 x 50 cm
Volume bruto: 360 litros
Tempo de funcionamento: 10 meses.
Filtragem: Sump com bomba de 2000 L/H e 6 litros de mídia biológica.
Iluminação: 2 10W LED 6500 K.
Substrato: Areia.
pH: 6,2
GH: ?
KH: ?
NH3/NH4: 0
NO2: 0
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 27C
Alimentação: ?
Fertilização: Não há.
Fauna: Hemigrammus rhodostomus, Melanotaenia boesemani, Melanotaenia lacustris, Melanotaenia splendida, Melanotaenia sp., Glossolepis incisus, Corydoras schwartzi, Corydoras hastatus, Corydoras sp., Poecilia reticulata, Macrobrachium jelskii, Caridina pareparensis parvidentata e Planorbis corneus.
Flora: Emersas: Dracaena sanderiana, Rhapis excelsa, Adiantum sp., Epipremnum sp e Dieffenbachia sp. Submersas: Bolbitis heudelotii Microssorum ssp, Anubias barteri e Spathiphyllum wallisii.
Informações adicionais:
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.

Talvez você também se interesse por: