Muitos aquários de ciclídeos africanos são montados para se parecerem com aquários marinhos, usando rocha de recife morta, e para que se evite a coleta dessas rochas para esse tipo de montagem podemos fazer nossas próprias rochas imitando as rochas mortas, claro que não ficam tão bonitas quanto as feitas pela natureza, mas ajuda na presevação dos recifes.

É usado cimento branco, que tem a propriedade de alcalinizar a água, assim como as rochas de recife.

 MATERIAL:
Foi usado um saquinho de cimento branco sem fungicida (R$1,00), três quilos de cascalho lavado e uma caixa plástica para não fazer sujeira:

 


CONSTRUÇÃO:
Na caixa plástica coloque o cascalho lavado, em seguida, com o cascalho molhado dentro da caixa, coloque o cimento branco e misture com o cascalho:




 



Adicione água aos poucos até conseguir uma massa, não deixe muito líquido:


Forre o local onde a rocha ficará secando, amasse um pedaço de papel e embrulhe com plástico:


Coloque a massa sobre o papel amassado e faça a forma desejada, nesse caso fiz uma toca, quanto mais mole a massa mais difícil de moldá-la:



 


Como sobrou massa fiz mais uma rocha, agora um túnel:


 

 


Deixei secando por 3 dias. sendo que todo dia, várias vezes por dia, molhava as rochas com um burrifador de água para o cimento secar melhor:


 


A única sujeira da montagem, facílimo de lavar:


Depois de 3 dias já estava seco e pude retirar os papéis:


 


Usei uma tesoura para cortar o plástico e retirar o papel sem forçar a rocha:


 


RESULTADO:


 

 

 


 


Deixei a rocha por vários dias dentro da caixa com água e ela não desmanchou, depois disso coloquei no aquário e não houve problema algum.

Obs: Como já dito, essa rocha, por ser feita de cimento, tem a propriedade de alcalinizar a água, para ser utilizada em aquários que necessitem de água neutra ou ácida, será necessário revesti-la com algum material transparente que não altere as propriedades da água, como o silicone de aquários, por exemplo.

Obs 2: Para fazer essa rocha colorida poderá ser usado corante alimentício, pois não é tóxico.

 

Sobre o autor:
Autor: Alexandre Altieri