Hygrophila difformis Nome científico: Hygrophila difformis
Nome popular (BR): Estrela d’água, Sinemá
Nome popular (ING):  

 

Família: Acanthaceae
Distribuição geográfica: Ásia
Crescimento: rápido
Forma de plantio: grupo
Iluminação: baixa
pH: 6,5 a 7,5
Temperatura: 23 a 28oC
Porte: médio
Região de plantio: meio
Reprodução: por estaca

Saiba mais sobre a espécie:

O gênero Hygrophila conta com cerca de cento e vinte e cinco espécies das quais aproximadamente quarenta são aquáticas, sendo que poucas delas são utilizadas em aquários. Geralmente crescem emersas em pântanos e ao longo de córregos e riachos, não tolerando temperaturas abaixo de 20° C. Seu cultivo pode ser tanto emerso quanto imerso, o que causa uma diferenciação no formato, textura e tamanho das folhas.

De crescimento rápido, pode atingir entre 30 cm e 50 cm de altura, sendo que luz intensa e injeção de gás carbônico contribuem para um crescimento mais vigoroso. Mesmo não sendo uma planta exigente é indicada a fertilização com ferro e potássio, sendo que a falta destes nutrientes é observada pela palidez das folhas e crescimento lento da planta.

É comum a perda de folhas próximas da base pela dificuldade de penetração da luz, por isso a recomendação de plantar as hastes (grupo de duas ou três) com certa distância entre elas. Outro efeito da baixa iluminação é a redução da altura da planta, que inclusive passa a apresentar folhas mais estreitas.

A classificação original desta planta era Synnema triflorum, de onde se guarda até hoje seu nome popular, sinemá. Em 1971 o gênero Synnema deixa de ser válido, sendo suas espécies movidas para o gênero Hygrophila. A espécie – difformis – faz menção às formas bastante diferentes de suas folhas em estado emerso (arredondadas e denteadas) e imerso (maiores e profundamente recortadas). 

Escrito por Solange Nalenvajko (Xica).