Flowerhorn Nome científico:  
Nome popular (BR):  
Nome popular (ING): Flowerhorn

 

Família: Cichlidae
Distribuição geográfica: Não existe na natureza
Comportamento: Peixe territorial, tende a ser agressivo com outros peixes de mesmo porte.
Tamanho adulto: 35 cm
pH: 6,8 a 7,4
Temperatura: 24 a 28oC
Dimorfismo sexual: Os machos adultos costumam desenvolver um "galo" (KOK) na testa.
Alimentação: Ração
Aquário mínimo recomendado: 300 litros
Reprodução: Ovípara
Adequado para plantado? Não.
Biótopo:  
Informações adicionais:  

Saiba mais sobre a espécie:

Casal formado por Amphilodus citrinellus e Peixe Papagaio construindo ninhoO Flowerhorn é uma espécie híbrida, criada em cativeiro, resultado da reprodução entre várias espécies de peixes da família Cichlidae oriundos do continentes. Entre os possíveis candidatos estão Amphilophus citrinellus, Cichlasoma trimaculatumAmphilophus labiatumCichlasoma festaeCichlasoma synspilum e o Peixe Papagaio, que já é fruto do cruzamento entre o Amphilophus citrinellus e o Cichlasoma synspilum). Dessa forma possui características muito similares aos peixes dos gêneros Amphilophus e Cichlasoma dos quais descende.

O peixe que foi desenvolvido na Malásia e lá foram geradas quatro variedades iniciais da espécie:

  • ZZ’s (Zhen Zhou)
  • Kamfa
  • Golden Monkey
  • Golden Base.

Com os cruzamentos entre essas linhagens para melhorar a qualidade da espécie, hoje em dia já se conhece outras variantes, como o Flowerhorn Thai Silk, o King Kamfa entre outros.

Flowerhorn ZZ (Zhen Zhou)

Flowerhorn ZZ (Zhen Zhou)


É a raça de Flowerhorn mais comum e conhecida em todo o mundo. A categoria é muito ampla e abrangente, dentro dela foram criadas inúmeras variações. Entretanto, há características marcantes e próprias para os ZZ’s:

  • Desenvolvimento acelerado
  • Expectativa de vida mais curta
  • Maior fragilidade
  • Nadadeiras longas e caídas
  • A flor na cabeça
  • Lábios mais espessos, o inferior tende a ser mais proeminente que o superior
  • Olhos em sua maioria vermelhos.


Flowerhorn ZZ Blue Dragon (esquerda) e ZZ Red Dragon (direita)

Os ZZ’s ainda podem ser classificados quanto à area que a linha de flores ocupa ao longo do seu corpo, sendo considerado Grau A quando ela ocupa no mínimo 75% do corpo e Grau AA ou AAA dependendo do tamanho do KOK, quanto maior, mais próximo de um AAA o peixe se torna. Temos ainda o Grau B, quando a linha de flores ocupa de 50 a 75% do corpo) e o Grau C (quando ocupa menos de 50% do corpo)

Ele pode ainda ser classificado como ZZ Red Dragon, sendo assim chamado por causa da exuberante coloração vermelha em seu corpo. É um dos Flowerhorn mais disponíveis no mercado e de reprodução muito mais fácil.

Há ainda o ZZ Blue Dragon que é assim chamado em função da coloração azul metálica presente em seu corpo. Apesar do nome, os Blue Dragon costumam apresentar uma pequena parte do corpo em vermelho, geralmente a parte do peito logo abaixo das nadadeiras peitorais.

Quanto às características que mais são desejadas aos amantes dessa variante estão:

  • O KOK, que quanto maior melhor
  • Quanto mais colorido melhor
  • O corpo, quanto mais robusto melhor
  • Nadadeiras, o ideal é que sejam equilibradas e proporcionais umas as outras
  • A linha de flores deve ser bem escura e circundada de pérolas, que quanto mais brilhantes melhor

É válido lembrar que descendendo dos ciclídeos do gênero Amphilophus e Cichlasoma, muitas das características presentes nos espécimes de hoje e que são muito valorizadas pelos amantes de Flowerhorn, já eram presentes nesses peixes na natureza. Como por exemplo, a flor da cabeça, a linha de flores, a coloração vermelha e as pérolas brilhantes que são características da espécie Cichlasoma trimaculatum.

Flowerhorn Kamfa

Essa variedade é originária de Louhan, e como principais características estão:

  • Desenvolvimento mais lento, por conseguinte chegam à maturidade sexual mais tarde.
  • Expectativa de vida mais longa.
  • Mais resistente.
  • Nadadeiras mais armadas e largas, que recobrem a cauda.
  • Ausência de flor na cabeça.
  • Boca mais curta.
  • Olhos geralmente brancos, olhos vermelhos ou amarelos são mais raros.

O tipo mais comum de Kamfa são os originários do cruzamento entre um Flowerhorn ZZ x Peixe Papagaio Blood, estes tendem a apresentar as características dos ZZ mais evidentes. Os Kamfa mais complexos vêm da linhagem do Cichlasoma synspilaCichlasoma festae ou Herichthys cyanoguttatus (Texas Blue).

Um dos problemas a se enfrentar com essa variedade é quanto a reprodução, pois com um desenvolvimento mais lento, a maturidade sexual também chega mais tarde, ou então a maioria dos Kamfa possui problemas de fertilidade, a regra geral é que peixes de olhos brancos ou amarelos tendem a ser menos férteis que os de olhos vermelhos.

Golden Monkey e Golden Base

Recebem este nome porque durante o período juvenil são pretos e ao longo de seu desenvolvimento vão desbotando até chegar a uma coloração vibrante e bonita, com realce para o vermelho e o amarelo.

Flowerhorn

Enfim, existem ainda muitas variedades do Flowerhorn, que foram surgindo com os sucessivos cruzamentos entre as quatro linhagens originais. Daí temos o Thai Silk, o King Kamfa, o Red Monkey, o Super Red Dragon ou té mesmo peixes originados do cruzamento do Flowerhorn com outras espécies de Ciclídeos, como o Red Texas, o Papagaio Kirin, o Papagaio King Kong ou Red Mammon, Flowerhorn Short Body entre outros. É comum encontrar peixes que reunam características de duas ou mais variedades descritas acima.

O tamanho máximo que o Flower pode atingir é de até uns 35cm, por isso o ideal é que quanto maior o aquário melhor. Recomenda-se um aquário de, no mínimo, 300 litros com um sistema de filtragem adequado. Como para qualquer peixe jumbo, a filtragem também tem que ser "jumbo". O ideal é uma filtragem de 8 a 10 vezes o volume do aquário por fora. Com excelentes mídias, em especial as de filtragem biológica. A manutenção deve ser mais intensa, pois são peixes mais sensíveis às variação dos parâmetros. Fornecendo a seu peixe alta qualidade de água e de cuidados, pode ter certeza que ele mostrará seu verdadeiro potencial e retribuirá com uma coloração exuberante e uma interação com o ambiente e com o dono incríveis.

Flowerhorn sendo acariciado pelo aquaristaPor se tratar de uma espécie híbrida e desenvolvida em cativeiro é muito suscetível à doenças, em especial à parasitas intestinais. O ideal e recomendável é que seja alimentado apenas com ração, sempre de boa qualidade. Alimentar com alimentos vivos, filé de peixe, camarão ou patês caseiros é possível com a condição de que seu Flowerhorn seja vermifugado constantemente, recomenda-se vermifugar a cada duas semanas, podendo ser feito com a inserção de metade de um comprimido de Mebendazol Vermífugo (sim, remédio para humanos) a cada duas semanas.

Os tankmates desse peixe e sua inserção em comunitários de jumbos devem ser feita com cuidado, uma vez que como qualquer Ciclídeo é, e talvez até mais, agressivo, sobretudo se criado como pet fish. O painel de fundo do aquário influencia muito em cada indivíduo, tanto na cor quanto no comportamento. Alguns proprietários de Flowerhorn se utilizam de painéis de fundo coloridos para estimular o tom vibrante de suas cores, outros usam o painel de fundo preto. Não importa qual das combinações citadas você use, o importante é lembrar que cada exemplar é um ser único e com características próprias.

É interessante colocar de vez em quando um espelho pendurado debaixo d'água para estimular seu peixe, ou então criar os Flower em divisórias, para que eles se estimulem um com o outro. Se trata de um exercício saudável para seu peixe, desde que ocorra com moderação.

Para concluir, trata-se de um peixe incrível, é como ter um cão debaixo d’água, tanto que um dos motivos da sua popularização nos últimos anos no Brasil, foi justamente a maneira como interage com o aquarista, muitas vezes permitindo carícias em seu corpo e parecendo se divertir com isso.

 Escrito por Ian Gonzaga