As tartarugas são animais muito sensíveis e, ao contrario do que muitas pessoas afirmam, se estressam com muita facilidade. Assim, é muito importante que a tartaruga tenha uma casa própria para ela, que tenha o seu território formado e que se sinta confortável no mesmo. 

O lugar em que vão permanecer é muito importante, e, apesar de não brigarem entre si as tartarugas exigem que haja espaço suficiente para todos os animais ou tentarão escapar de sua casa providenciada, isto pode ser muito bem observado quando estes animais ficam rodeando todo o aquário ou tentando literalmente escalar as paredes (comportamento que podem apresentar também em conjunto subindo umas nas outras).

Onde Colocar o Aquaterrário

A primeira coisa com a qual se preocupar é onde ficará o aquário de sua tartaruga. Ele deve ficar num local iluminado, mas não necessariamente em frente a janela, pois neste caso receberia incidência direta da luz do sol, filtrada pela janela e pelo vidro do aquário e faria com que o aquário esquentasse em demasia, proporcionando também o surgimento de algas que podem ser tóxicas para algumas tartarugas aquáticas. As Tartarugas apesar de não possuírem ouvido externo formado, possuem um ouvido interno, tal ouvido faz com que sejam muito sensíveis ao som, portanto evite colocá-las junto a equipamentos como televisores e aparelhos de som.

O último fator, mas não o menos importante com o qual se preocupar são as correntes de ar. Apesar de animais mantidos em aquários não serem tão susceptíveis as correntes de ar quanto animais criados em caixas de plástico evite colocar sua tartaruga em locais onde possam pegar tais correntes (como próximo a janelas abertas), pois tartarugas são animais sensíveis. Uma corrente de ar associada a uma falta de fonte natural de aquecimento pode vir a causar um resfriado com certa facilidade e o quadro evoluir para uma pneumonia.

 Aquaterrário

Observe sempre seu animal. Animais estressados tendem a adoecer com certa facilidade, se a tartaruga estiver satisfeita com seu ambiente, passará a maior parte do tempo dentro da água, não tentará escapar, após se alimentar estará sempre tranqüila e quando perceber sua presença irá com certeza tentar chamar sua atenção no intuito de ganhar um mimo.

Área Mínima

O espaço mínimo para uma tartaruga deve conter cinco vezes a dimensão de sua carapaça e uma vez e meia a altura de seu casco em água, isto permite que elas vivam confortavelmente, caso você possua mais de um animal estas medidas devem ser aumentadas de acordo com o número de animais que você possui. Seu aquaterrário deve ser montado tendo em vista o tamanho do animal adulto, mudanças de ambiente constantes pode estressar seu animal além de encarecerem a manutenção.

Área Seca

O aquário deve possuir uma área seca, preferencialmente de areia ou cascalho fino, alguns criadores discordam deste fato visto que as tartarugas são animais muito curiosos e podem vir a comer o cascalho ou a areia podendo vir a contrair problemas intestinais, entretanto, algumas espécies de tartarugas colocam ovos mesmo sem haver cruzado, e caso não haja um lugar correto para que ela possa depositar seus ovos ela pode vir a ficar doente. A área seca deve ficar completamente fora da água, permitindo se possível que o animal se esquente através de lâmpadas especiais para répteis já disponíveis no Brasil.

Caso haja área disponível pode-se também colocar uma caverna para proporcionar um esconderijo para o seu animal.

A área seca não precisa ser muito grande, mas deve permitir que o animal fique completamente fora da água e em segurança, lembre que tartarugas são animais muito fortes e curiosos e podem deslocar pedras grandes com certa facilidade depois de uma certa idade.

Iluminação

As tartarugas precisam principalmente de calor e luz do sol para se desenvolverem corretamente, isso faz com que estes animais sejam encontrados especialmente em regiões tropicais e subtropicais. Por isso, iluminação passa a ser um aspecto muito importante na montagem do aquaterrário.

 Lâmpada infravermelho

O ideal no que se diz respeito a tartarugas aquáticas é que a fonte de iluminação e aquecimento seja o sol, entretanto, nem sempre isto é possível. Hoje em dia já podem ser encontradas no Brasil lâmpadas de aquecimento especiais para répteis e lâmpadas de raios UV, a espécie de sua tartaruga deve ser observada para constatar a necessidade ou não de lâmpadas especiais. Caso seja necessária a colocação de uma lâmpada de aquecimento ou de raios UV, você sempre deve ter em mente que tais lâmpadas devem ficar a cerca de 30 cm de distância e iluminar diretamente o animal não podendo ser filtradas por qualquer tipo de material, mesmo vidro.

Um temporizador pode ser utilizado para assegurar a correta quantidade de iluminação diária pertinente a cada tipo de animal (na maioria dos casos cerca de 20 minutos diários). Mesmo com toda a iluminação, alguns criadores ainda sugerem que você leve seu animal para tomar sol uma ou duas vezes por semana, conforme seja possível.

 

Plantas

Um aquário para tartarugas dificilmente possuirá plantas por muito tempo, isso ocorre porque as tartarugas tendem a “fuçar” muito o fundo do aquário tornando quase impossível a tarefa de manter plantas num aqua terrário. Entretanto, se você pretende montar um pequeno lago para sua tartaruga, a escolha das plantas pode ser uma tarefa divertida, as únicas plantas que devem ser evitadas a todo custo são as plantas tóxicas, e fora estas, o alface também não é recomendado por soltar o intestino dos animais.

Plantas aquáticas como a Vallisneria sp. são as preferidas pelas tartarugas, elas tendem a devorá-las antes de todas as outras Na ordem decrescente de plantas aquáticas preferidas estão a Vallisneria sp., Naja guadalupensis, Hydrilla sp., Potamogeton nodosus e Myriophyllum spicatum. No caso de você desejar manter plantas terrestres na parte seca do aquaterrário ou lago existem varias opções saudáveis e bonitas ao olhar, uma destas é o broto de batata (inglesa ou doce), que é facilmente plantado, outra opção igualmente boa é o hibisco ou papoula, você também pode plantar diversas verduras, inclusive a couve que é muito apreciada.

Lembre que as plantas são importantes na dieta de tartarugas de qualquer tipo, elas possuem vitamina A necessária para a correta formação da carapaça e para evitar problemas oculares. Não se engane se sua tartaruga logo que chegar não demonstrar interesse por plantas, animais jovens tem preferência por carnes (boi e frango), o gosto pelas plantas vem com a idade, e, em alguns paises como os Estados Unidos, algumas espécies de tartarugas são muito utilizadas como controle de plantas em lagos vindo a consumir grandes quantidades em muito pouco tempo.

Lembre-se que mesmo que você não possua ou não deseje possuir plantas na casa de sua tartaruga é importante fornecê-las ao seu animal.

Filtragem

As tartarugas geralmente vivem em lagos, lagos estes repletos de peixes, mas com pouca movimentação de água (não há correnteza forte como os rios).

Filtro interno

Os filtros existentes hoje no mercado geralmente movimentam muito a água, isso atrapalha um pouco as tartarugas que gostam muito de ficar boiando em determinadas horas do dia, esta movimentação da água não permite que elas efetuem este costume, mas a verdade é que a movimentação da água favorece sua oxigenação e limpeza, então como manter o equilíbrio? Alguns filtros para aquaterrários existentes no mercado (Duetto internal filter, Tetra Whisper in tank) possuem na sua saída de água adaptadores para que a água ao invés de entrar diretamente no aquário seja jogada neste através de uma mangueira (é o caso do Duetto). A utilização desta mangueira faz com que a água não fique tão movimentada ficando mais agradável para os animais. Se o seu filtro não possui esta adaptação, você pode colocar uma pedra no lugar da saída de água para que esta não saia com tanta força ou não atinja a água com tanto estardalhaço, evitando tanta correnteza no aquário.

Outra coisa que preocupa alguns criadores é o fato de que às vezes o barulho da água caindo incomoda os animais, a sugestão é colocar a mangueira mais para dentro da água para que o seu barulho não incomode tanto.Quanto à quantidade de filtragem necessária é só calcular a quantidade de cinco vezes o volume do aquário, é quanto o filtro deve filtrar por hora para uma filtragem eficiente, mas não se engane, mesmo com um filtro muito potente é bastante provável que você ainda tenha de limpar o aquário de sua amiguinha umas duas vezes por semana.

Outro fator preocupante em relação à filtragem do aquário de tartarugas é a amônia. Quelônios aquáticos produzem dez vezes mais amônia que peixes, e esta amônia pode causar uma série de doenças para eles. A solução neste caso é utilizar um removedor de amônia, existem muitos disponíveis no mercado, mas você deve preferir um que possa ser colocado no filtro como elemento a mais de limpeza.

A água do aquário de tartarugas também tende a ficar amarelada, tal fator ocorre em virtude da decomposição da albumina produzida pelos animais, esta coloração poderá ser amenizada através da utilização de carvão ativado que deverá funcionar também como removedor de odores provenientes do aquário.


Apesar de tantos elementos de limpeza e mesmo que você possua um filtro potente, as trocas parciais não devem ser interrompidas, a limpeza do aquário irá garantir uma vida longa e confortável a seu animal.

Esconderijos, Rochas etc

Às vezes as tartarugas gostam muito de se esconder, seja para brincar ou para ficarem sossegadas sem que ninguém as incomode. É importante fazer um esconderijo para sua tartaruga na parte aquática, este esconderijo pode ser feito com um pedaço de telha colocado no fundo do aquário, o importante é permitir que o animal consiga esticar a cabeça para fora da água de dentro dele e que ele caiba lá com folga, pois caso fique preso submerso irá morrer afogado.

As tartarugas são animais espertos e se divertem com coisas às vezes inimagináveis, podendo vir a assistir televisão ao lado do dono, entretanto, como são muito curiosas devemos ter cuidado com o que colocar como divertimento no aquário. Observe se há lugares onde sua tartaruga possa vir a ficar presa, caso isso aconteça ela pode vir a mover objetos enormes e acabar por causar um acidente no aquário. Outro cuidado que devemos ter é com objetos pontiagudos ou grossos (como uma lixa) que possam vir a causar algum ferimento ou mesmo arranhar o seu casco. Apesar de ferimentos cicatrizarem bem, podem ser a porta de entrada para fungos e bactérias e estes causarem a morte de sua amiguinha, principalmente em casos em que a filtragem do seu aqua terrário não esteja sendo realizada de maneira eficiente.     

Finalizando, observe sempre seu animal. Uma tartaruga em perfeitas condições possui sempre olhos brilhantes e sem secreções, sua carapaça está sempre firme e intacta, o seu nariz está sempre seco, demonstra interesse pela comida e caso não seja acostumada se defende quando é carregada.

 

[Publicidade]
A Pró-Aquarista recomenda para a sua tartaruga:

Tetra Colorbits

Tetra Repto Min

Zoomed Ceramic Infrared

Zoomed Ceramic Infrared

Zoomed Turtle Dock

Zoomed Reptisun 5.0 UVB

Seachem Discus Trace

Zoomed Turtle Bone (cálcio)

Sobre o autor:
Autor: Barbara Janaina