Quando começamos a nos aprofundar nesse maravilhoso hobby do aquarismo, mais cedo ou mais tarde nos deparamos com essa pergunta: que água seria a ideal para usarmos? será que é a água da torneira? mineral ?será necessário alguma água em especial? 

A água utilizada em nossos aquários deve ser a mais pura e limpa possível, livre de qualquer substância tóxica como o cloro, metais pesados e compostos nitrogenados, é claro que pode até haver uma certa tolerância aqui, porém, quanto mais pura for a água maiores as chances de começarmos bem.

Vamos tentar analisar dentre as águas que mais comumente temos disponíveis para nossos aquários uma a uma.

Água da chuva: Talvez se estivéssemos no início do século seria uma opção, hoje com a poluição das grandes cidades seria um erro terrível , pois quando a chuva cai, ela promove uma espécie de limpeza na atmosfera, limpando os resíduos de poluição causado por fábricas, carros etc. Alguém já deve ter escutado uma música do Raul Seixas que no refrão ele diz " quando a chuva voltando para terra traz coisas do ar" ou em chuva ácida , bem acho que não preciso dizer mais nada, água da chuva não.
 
Água mineral: Muita gente pensa que como a água é mineral ela é pura, fato que passa longe da verdade, água mineral é ótima para o consumo humano, também é uma boa opção para aquários, porém ela não é tão milagrosa como muita gente pensa. A composição da água mineral varia muito de marca para marca, pois esta já se encontra pronta na natureza, o que estas empresas que as vendem fazem, é apenas engarrafá-las, por tanto a composição exata dessa água depende muito da origem de sua nascente ou de sua bica. Mas existe na maioria das marcas, traços em comum, como ph ou muito alto ou muito baixo, compostos como nitrato de magnésio, nitrato de potássio, nitrato de sódio, sulfato de cálcio e cloreto de sódio. Estas informações estão contidas nas próprias embalagens com letras ridiculamente pequenas que sempre passam desapercebidas. Não devemos esquecer que esta água não é tão barata assim se você tiver por exemplo um aquário de 200 l, enchê-lo e fazer trocas parciais, não sairia tão barato, porém fica aqui como uma boa opção.
 
Água da torneira: Sem medo de errar, digo que é a água mais usada pelos aquaristas, de fácil obtenção e seu custo desprezível a torna muito cômoda para ser usada, porém esta água para se tornar apta ao aquário, deve primeiro passar por um tratamento. A água da torneira é distribuída por companhias, que para torná-la mais própria para o uso residencial, adiciona elementos como cloro que é altamente tóxico para nossos peixes, a água sai em alta pressão pela imunda tubulação das grandes cidades, adquirindo mais impurezas, vários gases, além dos metais pesados. Para torná-la mais apta para nossos tanques, devemos inicialmente forçá-la passar por uma camada espessa de lã, para tirar as partículas em suspensão, principalmente o amarelo do ferrugem, você verá que a lã com pouco tempo de uso ficará toda amarelada, colocando posteriormente um bom condicionador que fixam os ions de metais pesados que muito provavelmente contém nesta água, e ainda assim não pensaria duas vezes em colocá-la em descanso por 48 horas com auxílio de aeração. O uso de produtos específicos como resinas removedoras de amônia , fosfato e nitrato podem se fazer necessária , o ideal é fazer todos os testes nesta água para retirar qualquer substância nociva que venha aparecer, depois disso, é só ajustar ph , kh e colocá-la no aquário.
 
Água deionizada: Esta seria a melhor água para nossos aquários, é a única maneira de garantir uma água realmente pura, livre de qualquer substância maléfica . A água deionizada é o obtida através de um aparelho chamado deionizador, que tem seu custo de compra e manutenção um pouco alto, que limita seu uso para maioria. Quando a água passa pelo aparelho, ela tende a ficar um pouco ácida, porém é um problema fácil de resolver com produtos que possam ser usados como alcalinizantes. Uma coisa podemos deixar bem clara, o uso do deionizador não é obrigatório, o sucesso no hobby não depende dele, e é possível de se obter uma água de boa procedência com a água da torneira mesmo, seguindo as orientações a cima , que é a usada pelos mais diversos aquaristas experientes ou não.
 
Bem, espero que tenha ajudado principalmente aos iniciantes a esclarecer um pouco mais sobre este assunto.

{moscomment}

Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.