Aquário de Jumbos de 360 litros de Francisco Carlos CamposApós o destaque recebido pelos marinhos nos últimos meses aqui na seção Aquário do Mês, dado o crescimento desse tipo de montagem no AqOL, não poderiamos deixar de destacar outro tipo de aquário que ganhou bastante espaço em nosso Fórum no último ano e porque não dizer no aquarismo brasileiro em geral. Estamos falando dos aquários de jumbos, tanques habitados por peixes de médio e grande porte, e que por isso requerem grandes volumes de água, muitas vezes com espécies comuns em pescarias e que vem encantando cada vez mais brasileiros. Dessa forma, o Aquário do Mês de Fevereiro de 2014 do AqOL é o Aquário de Jumbos de Francisco Carlos Campos.

A idéia da montagem desse aquário teve uma história um pouco inusitada. Na verdade, Francisco Carlos Campos é meu pai, e ele nunca foi muito ligado em aquários, ao contrário de mim. Seus poucos contatos com o aquarismo aconteceram na época em que eu era criança e morava com ele, já que sempre que possível montava um novo aquário e colocava em algum cantinho da casa, o que sempre era motivo de discussões entre pai e filho. Desde então, vários anos se passaram e a casa dos meus pais já não tinha mais aquários há muito tempo, desde a época em que deixei de morar lá.

Uma manhã, achei um vídeo de uma Zebra (Tilapia buttikoferi) e um Oscar (Astronotus ocellatus) em um mesmo aquário, e lembrei que esses foram os dois únicos peixes que eu tive na infância e meu pai criou algum afeto, então resolvi mandar o vídeo para ele e a resposta do e-mail foi uma reclamação (ele quase não gosta de reclamar) por eu ter doado a Zebra para o Orquidário de Santos sem consultá-lo, dez anos atrás. Foi então que resolvi surpreendê-lo e montar um aquário somente com os peixes que o agradava, os Jumbos, em sua casa como presente de aniversário pelos seus 60 anos de idade. 

Aquário de Jumbos de 360 litros de Francisco Carlos Campos

Dessa vez não colocamos nenhuma Zebra por causa das lembranças de sua excessiva agressividade, porém o Oscar não poderia faltar e assim que o aquário foi montado e passou pelo período de ciclagem, foi  primeiro habitante do aquário. Logo depois chegaram outros "grandões", ainda jovens, entre eles um Jaguar (Parachromis managuensis), um Green Terror (Aequidens rivulatus), entre outros peixes de médio/grande porte.

Claro que como apreciador de uma boa pescaria, Campos não resistiu e trouxe alguns peixes pescados para o aquário, entre eles um Mandi (Pimelodus maculatus), dois Cascudos Comuns (Hypostomus punctatus) e um Mussum (Synbranchus marmoratus), com o segundo se tornando uma das atrações do aquário por sua interatividade com as pessoas que o observam.

Esse aquário teve várias dificuldades, alguns transbordamentos até os aquaristas aprenderem à trabalhar com SUMP e uma situação inesperada com o próprio SUMP se partindo ao meio durante o seu funcionamento normal, o que exigiu reparos emergenciais até que ele fosse trocado. Porém, a maior dificuldade foi convencer o dono do aquário que ele não poderia ter uma Pirarara (Phractocephalus hemioliopterus) pois o volume de água não comportaria, sendo que até a chegada de um Jundiá Onça (Leiarius marmoratus), o nome Pirarara era sempre lembrado quando o aquário era o assunto da casa.

Hoje o aquário é o principal ponto de atração da casa. Outro dia me deparei com meu pai convidando um amigo para ir ver seu aquário e como sabemos, a vontade de mostrar o seu aquário para outras pessoas é o primeiro sintoma que o vírus do aquarismo já entrou em ação! Missão cumprida!

Dimensões: 120 x 50 x 60cm
Volume bruto: 360 litros
Tempo de funcionamento: 3 meses.
Filtragem: Sump movido com duas Sarlo Better SB2000.
Iluminação: 2 x 20W fluorescente Luz do Dia.
Substrato: Areia
pH: 6,5
GH: ?
KH: ?
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 28C
Alimentação: Poytara Carnívoros de Superfície, Poytara Carnívoros de Fundo, tenébrios gigantes e minhocas
Fertilização adicional: Não há.
Fauna: 1 Oscar (Astronotus ocellatus), 1 Jaguar (Parachromis managuensis), 1 Green Terror (Aequidens rivulatus), 1 Papagaio (?), 1 Mandi (Pimelodus maculatus), 1 Jundiá Onça (Leiarius marmoratus), 1 Bicuda (Ctenolucius hujeta), 2 Cascudos Comuns (Hypostomus punctatus) e 1 Mussum (Synbranchus marmoratus).
Flora: Echinodorus bleheri.
Informações adicionais: Trocas parciais quinzenais de 30% da água, com troca da camada superficial do perlon.
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.