Paludário de 98L de Fabian Kussakawa

Um ano e meio atrás a seção Aquário do Mês do AqOL era reinaugurada e a primeira montagem escolhida era justamente uma do aquarista ao qual pertence a montagem desse mês, sim, estamos falando de Fabian Pozzobon Kussakawa. Na época Fabian havia acabado de conquistar o seu primeiro campeonato brasileiro de aqua-paisagismo (CBAP 2010) na categoria Nano-Plantado e com a montagem desse mês ele mostra que não pretende parar por aí, promete fazer bonito também quando o tema são os Paludários! Da mesma forma que seu aquário foi o primeiro da seção, seu Paludário também é a primeira montagem desse tipo aqui na seça Aquário do Mês do AqOL e não é a toa, como poderemos ver a seguir.

 

O aquarista (ou seria paludarista?) aproveitou boa parte de seus conhecimentos com aquários plantados e como não é bobo nem nada, aproveitou boa parte do material que tinha de aquários recém desmontados, uma prática que se mostra cada vez mais efetiva.

Paludário de 98L de Fabian KussakawaA principal parte a ser reaproveitada foi o substrato. Fabian utilizou de um aquário plantado que havia passado pela fase se maturação, isso contribuiu muito para que o processo de maturação do paludário acontecesse em um período bem menor que o usual.
 
 
Fabian, contou que seu maior desafio esteve justamente em montar a composição dos troncos elevados e prover o material fértil para as plantas que ficavam nessa parte. Houve também a liberação de uma quantidade significativa de tanino pelos troncos, o que deixou a água com aparência de chá, velho efeito conhecido dos aquaristas que utilizam troncos em suas montagens. Nesse caso, Fabian se valeu da mesma paciência que seus aquários já o ensinaram a ter e tudo se resolveu naturalmente.
 
 
Segundo o aquarista, esse tipo de montagem se mostrou bastante atrativa para quem não tem muito tempo para realizar manutenções, e o fato de permitir uma variação maior de fauna de flora em relação a um aquário plantado também são pontos positivos para que um aquarista se torne um "paludarista".
 
Dimensões: 70 x 35 x 40cm
Volume bruto: 98 litros
Tempo de funcionamento: 9 meses
Filtragem: Eheim Classic 2213
Iluminação: 3 x 20W T8 + 1  x 20W Super led. (11horas/dia)
Substrato: Mbreda Amazônia + fibra de coco
pH: 6.8
GH: ?
KH: ?
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 26C a 28C.
Alimentação: Tetra Color Bits
Fertilização adicional: Ferro.
Injeção de CO2: Não possui.
Fauna: Aphyosemion australe "Gold spotless", Pseudepiplatys annulatus, Aplocheilichthys normani, Chromaphyosemion sp., Simpsonichthys constanciae e Nannostomus trifasciatus..
Flora: Helanthium tenellum "Amano", Lomariopsis lineata, Anubias barteri "Nana", Anubias barteri "Nana Petit", Hydrocotyle leucocephala e Hydrocotyle maritma, Lemmar minor, Microsorum pteropus "Windelov", Microsorum pteropus "Narrow leaf", Taxiphyllum barbieri e Taxiphyllum alternans. Emersas: Bromelias Tillandisia stricta e Neoregélia, Cryptanthus acaulis, Sphagnum, Scindapsus aureus, Acorus gramineus variegata, Dracaena sanderiana, Samambaias e mini orquídeas.
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.