Comunitário de 336 litros de Paola Lopes Soares

Com tantas regras, normas, convenções, padrões e até modismos que se fortaleceram no aquarismo nos últimos anos, é cada vez mais raro ver um simples e belo aquário comunitário, porém cá entre nós, quem às vezes não sente saudades de curtir a liberdade que um comunitário oferece? A Paola Lopes Soares resolveu não ficar só na saudade e o resultado foi um belíssimo comunitário retratado no Aquário do Mês de Abril/2013 do AqOL. Um tanque que começou como um monogênero mas aos poucos foi se transformando nesse tanque com diversas e coloridas espécies, das mais diversas regiões do planeta, convivendo em um ambiente adequado à todos e em perfeita harmonia.

É isso mesmo, esse aquário começou como um monogênero de Barbos e fez sucesso por ser uma montagem não muito comum e até interessante de manter dado o comportamento agitado desses peixes, porém com o tempo Paola passou a sentir falta de vegetação, coisa que os Barbos também sentiam e por isso ela não durava muitos dias.

 

Comunitário de 336 litros de Paola Lopes SoaresMas não pense que um comunitário tem problemas diferentes dos enfretados por qualquer aquário, as algas também existem nesse tipo de montagem e ao menor descuido fogem ao controle do aquarista.

Inicialmente foram as marrons, depois as petecas, o controle foi feito incluindo plantas de crescimento rápido na flora do tanque e alterando a iluminação para os famosos LEDS (6500K), ainda quase desconhecidos quando se fala em aquários de água doce.

Como a maioria dos comunitários, uma espécie sempre é preferida pelo aquarista e assume a condição de ator principal, no caso do aquário da Paola, esse papel foi assumido pelos famosos peixes arco-íris, além disso, a aquarista confessa que ainda tem vontade de adicionar mais espécies à flora do aquário, como a delicada Rotala wallichii, o que sem os Barbos se tornou completamente viável.

 

Dimensões: 120 x 40 x 70cm
Volume bruto: 336 litros
Tempo de funcionamento: ?
Filtragem: Canister SunSun (1400 L/H)
Iluminação: 4 Power LEDs 10W 6500K e 1 fita RGB para iluminação noturna.
Substrato: Mbreda Amazônia, laterita e areia.
pH: 6,8
GH: ?
KH: ?
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: 0 p.p.m.
PO4: ?
Temperatura média: 25C
Alimentação: Tetra Colorbits, Tubifex, rações variadas, vegetais para os camarões e ração de fundo para Coridoras.
Fertilização adicional: Não há.
Injeção de CO2: Não há.
Fauna:
Glossolepis incisus, Melanotaenia praecox, Melanotaenia splendida, Melanotaenia parkinsoni, Melanotaenia australi, 19 Paracheirodon axelrodi, 12 Hemigrammus rhodostomus, 7 Hyphessobrycon herbertaxelrodi e 7 Hyphessobrycon eques.
Flora: Nymphaea sp. "Zenkeri", Hygrophila polysperma, Hygrophila difformis e Limnophila aquatica.
Informações adicionais:
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.