Plantado de Discos de 390L de Filipe OliveiraEm Dezembro fechamos o primeiro ano desde o renascimento da seção Aquários, até esse momento foram onze aquários, com esse doze, cada um com uma marca registrada, seja do autor, seja do estilo escolhido por ele. Para diversificar mais uma vez, dessa vez o convite foi feito para meu amigo português Filipe Oliveira, para quem ainda não conhece o Filipe, ele é juíz do CBAP e o ocidental melhor colocado na história do IAPLC até hoje. Onde diversificamos dessa vez? O aquário de Filipe é o primeiro Aquário do Mês de um aquarista de fora do Brasil e de quebra combina um tipo de montagem bastante interessante, Discos e Plantados.

 

Para quem está acostumado a ver os belos plantados de Filipe, ficará surpreso ao saber que o objetivo do aquarista dessa vez foi outro, priorizando a fauna em relação à flora, o que não poderia ser diferente quando se trata de Discos. O aquarista revela que essa montagem foi a que ele manteve por mais tempo sem grandes alterações, pois não havia pressa alguma em se alcançar um cenário planejado, a idéia era deixar o aquário se desenvolver de acordo com a natureza e apreciar o resultado, fosse ele qual for.

 

Plantado de Discos de 390L de Filipe OliveiraA montagem, que prioriza plantas de crescimento lento, exige um esforço de manutenção bem inferior aos aquários que Filipe costuma montar para realizar suas primorosas participações em campeonatos. As maiores dificuldades ocorreram quando o aquarista precisou se ausentar por períodos mais longos devido ao seu trabalho e os cuidados com o aquário se restringiram somente à alimentação dos peixes e reposição de água, o que era feito por sua esposa. Essa situação gerava alguma instabilidade na disposição de nutrientes para as plantas e ocasionava o aparecimento de algas, facilmente controladas assim que Filipe retornava.

 

O que chama ainda mais atenção nesse aquário, além da saúde notável dos peixes, é a saúde das plantas. Apesar do ponto focal do aquário ser a fauna e a baixa manutenção, Filipe decidiu combinar a manutenção de plantas de crescimento lento, com fertilização e iluminação forte, o que não costuma ser aplicado em aquários do gênero. O resultado, pelo que podemos observar, foi o melhor possível!

 
Dimensões: 130 x 50 x 60cm
Volume bruto: 390 litros
Tempo de funcionamento: 2 anos
Filtragem: 2 filtros externos de 1200 L/H + 1050 L/H
Iluminação: 4 x 39W fluorescente T5 (9h/dia) + 2 x 70W HQI (4h/dia).
Substrato: Elos Terra Zero, Elos Bottom Mineral e Elos Terra (substrato com mais de 5 anos).
pH: 6,8
GH: 7
KH: 6
NH3/NH4: ?
NO2: ?
NO3: 5,0 p.p.m.
PO4: 1,5 p.p.m.
Temperatura média: 27oC
Alimentação: Alimento congelado (feita por Filipe à base de alimentos naturais ricos em proteínas, vitaminas e cálcio)
Fertilização adicional: Fertilização líquida diária com ELOS ExpertLine FASE1, FASE2, K40 e Extra1 .
Injeção de CO2: 3bps em reactor ELOS REA50 e mais tarde com difusor de CO2 ELOS ATO-20.
Fauna: Symphysodon aequifasciata, LDA25, Corydoras pygmaeus, Hasemania nana, Hemigrammus rhodostomus e Neocaridina heteropoda "Red Cherry".
Flora: Bolbitis heudelotti, Staurogyne repens, Echinodorus tenellus, Cryptocoryne sp. "Brown" e Vesicularia dubyana.
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.