Aquário com Plantas e Kinguios de Solange NalenvajkoO aquarismo vai além das regras escritas em livros e sites, talvez tenha sido esse o pensamento de Solange Nalenvajko, a nossa querida Xica do Forum AqOL, ao montar um aquário com kinguios e plantas, deixando muito "figurão" do aquarismo sem saber o que dizer. Segundo Solange, tudo começou, ou melhor, re-começou, já que essa foi a sua terceira e definitiva entrada no aquarismo, com um Kinguio fêmea chamado Joca, que ela ganhou de uma amiga. Joca era inicialmente mantido em um aquário de dezesseis litros e foi assim durante onze meses até que a aquarista resolveu pesquisar e descobriu que estava cometendo vários erros.

A partir desse momento, corrigir seus erros e fazer da "maneira certa" passou a ser uma questão de honra, assim como um aquário de dezesseis (16) litros foi substituído por um de cento e sessenta (160), palavras da própria aquarista.

Solange contou que o início não foi dos mais fáceis, mas nada que qualquer aquário não enfrente nas primeiras semanas. Após o período de ciclagem, houve um "belo" surto de algas marrons que, segundo a aquarista, foi resolvido em questão de um mês com a Aquário com Plantas e Kinguios de Solange Nalenvajkoaplicação de 5ml de carbono orgânico, na forma do produto Seachem Excel, três vezes por semana. Após tudo resolvido, ainda há algas no aquário, algumas petecas nos galhos que dão sustentação à planta Rabo de Raposa (Ceratophyllum demersum), porém as Ampulárias (Pomacea diffusa) ajudam a mantê-las sob controle.

 

Hoje o maior desafio é manter os níveis dos compostos nitrogenados, principalmente a amônia e o nitrito dentro de valores próximos de zero, porém é uma missão que já era esperada por Solange, que nem assim abre mão dos Kinguios que gosta tanto. Falando em Kinguios, não pense que os desse aquário foram educados para não comer plantas, eles chegam a comer algumas, e é nessa hora que a escolha das espécies faz a diferença. Foram selecionadas espécies de crescimento rápido, que conseguem repor rapidamente as poucas folhas que os Kinguios atacam. Outra estratégia foi não utilizar espécies que os atraem muito. Plantas de folhas ásperas e grossas costumam ser deixadas de lado por esse membro da família Cyprinidae.

 

Dimensões: 100 x 40 x 40cm
Volume bruto: 160 litros
Tempo de funcionamento: 4 meses
Filtragem: Aquaclear 70.
Iluminação: 1 fluorescente compacta 25W
Substrato: Areia
pH: 7.2
GH: 2
KH: 1
NH3/NH4: 0,25 p.p.m.
NO2: 0,25 p.p.m.
NO3: ?
PO4: ?
Temperatura média: 25C
Alimentação: Sera Vipan, Sera Vipachips, Sera Royal, Tetra Sinking Goldfish Granules, Tetra Sinking Mini Sticks, Tetra Tropical Crisps, Ervilha, Brócolis, Couve-flor, Pepino, Abobrinha, Lentilha d’água (Lemma minnor), Larvas de besouro do amendoim (esporádico e com parcimônia).
Fertilização adicional: Sulfato de potássio (1 colher rasa de chá dissolvido em 200 ml de água, colocado no aquário por gotejamento); Tetra Flora Pride 10 ml.
Injeção de CO2: Não há.
Fauna: 2 Carassius auratus; 1 Corydoras punctatus, 5 Corydoras paleatus, 6 Corydoras schwartzi: 2 Pomacea diffusa e 2 Potimirim glabra.
Flora: Hygrophila corymbosa, Hygrophila difformis, Ceratophyllum demersum, Taxiphyllum barbieri, Lemna minor e Syngonium sp..
 
Sobre o autor:
Marne Campos
Autor: Marne Campos
Marne Campos, natural de Campinas-SP, é aquarista desde 1990 quando, aos 7 anos de idade, ganhou o seu primeiro aquário e se apaixonou completamente pelo aquarismo. Bacharel em Análise de Sistemas pela PUC-CAMPINAS e técnico em Eletro-Eletrônica pela UNICAMP, criou o projeto Aquarismo Online em 1999, além outras iniciativas ligadas ao aquarismo que vieram logo em seguida, entre elas a idealização do CBAP (Concurso Brasileiro de Aquapaisagismo) onde ocupou o cargo máximo por 12 anos. Dedica-se à aquários plantados desde 1998, tendo como principal área de interesse atualmente, a manutenção de ambientes aquáticos por longos períodos.